Portugal

    Contact: Thomas Panagopoulos

Objetivo do INSPIRATION

 

O objetivo principal do projeto INSPIRATION, financiado pelo Horizon2020, é a formulação de uma agenda estratégica de investigação (SRA) sobre o uso do solo, alterações de uso e os assuntos relacionados com o sistema solo-água-sedimentação (SSW), a fim de atender às necessidades e desafios atuais e futuros da sociedade. Para além disso, o projeto visa analisar modelos de implementação da SRA e preparar uma rede de instituições de financiamento, públicas e privadas, dispostas a financiar a execução da SRA.

Partes interessadas no país: National Key Stakeholders (NKS)

 

Numa série de entrevistas dos NKS (pontos focais nacionais) vão ser recolhidas as seguintes informações relacionadas com o objetivo do INSPIRATION (planeamento e gestão do território e do sistema solo-água-sedimento):

• Necessidades de investigação e inovação

• Experiências sobre conexão da ciência com a política e a prática

• Regimes de financiamento nacionais e transnacionais

      

As entrevistas focam em key stakeholders que são especialistas de várias disciplinas do conhecimento e que se encontram em nível estratégico no seu campo da profissão, com uma boa visão geral sobre as oportunidades e uma visão clara sobre as falhas no conhecimento (de curto, médio e longo prazo). Além disso, estes NKS estão bem posicionados e participam em redes profissionais relevantes e com potencial para se tornarem embaixadores para o INSPIRATION no futuro. Os NKS foram selecionados para representar diferentes disciplinas e origens institucionais, incluindo: ordenamento do território, planeamento; gestão e especialistas em solos, sedimentos e água.

Processamento da informação

 

A informação recolhida nas entrevistas aos NKS (20 por pais) é crucial para o projeto a fim de nos ajudar a descrever a estado-da-arte em Portugal, priorizar os temas desta área de saber e sugerir uma Agenda de investigação estratégica (SRA) do ponto de vista do nosso país. Nas entrevistas questionamos uma série de tópicos que serão sintetizados num relatório nacional, que juntamente com um Workshop elucidarão as necessidades de investigação e possibilidades de financiamento. Finalmente, os relatórios nacionais serão usados como entrada para a elaboração da SRA Europeia e transnacional (correspondência de necessidades de investigação para possível financiamento).

Mais informações

 

Para mais informações sobre o projeto em Portugal por favor contactem o National Focal Point (NFP):

 

Thomas Panagopoulos

email: tpanago@ualg.pt

telefone: +351-289800900

 

Para uma nova agenda de estratégia de investigação na Europa sobre solos, agua, uso do solo e gestão do solo

Rumo a uma agenda estratégica de investigação sobre o solo, uso do solo e ordenamento do território na Europa, foi necessário recolher informação nacional relevante sobre questões e necessidades de investigação, com base em entrevistas às partes interessadas (National Key Stakeholders - NKS) e através da realização de um workshop. Este relatório nacional (i.e. INSPIRATION deliverable 2.5) integra os dados e conclusões detalhadas desse workshop e das entrevistas (D2.4) em Portugal.

Contribuir para a segurança alimentar, garantir o fornecimento seguro de água potável e de energia, e reduzir o consumo de matérias-primas e recursos são considerados, pelos NKS, os desafios sociais prioritários. Os tópicos específicos de investigação que devem ser incluídos na agenda estratégica, de acordo com os NKS, são: planos para conservação do solo; oportunidades de tecnologias agrícolas sustentáveis; estratégias de minimização e remediação de poluição do solo/água; combate à desertificação; promoção da infraestrutura verde; planeamento e a requalificação urbana; impacto das políticas agrícolas; a competição entre usos do solo; sistema de mapeamento e monitorização do solo; e economia eficiente dos recursos com fornecimento sustentável de matérias-primas.

Alguns NKS em Portugal revelaram usar o recente conhecimento científico fundamentalmente para apoiar os processos de tomada de decisão, gestão e ordenamento do território, e para produzir novos produtos e métodos inovadores, sendo as principais fontes desse conhecimento os artigos científicos, conferências, relatórios e bases de dados. No entanto, durante o workshop foi discutido, pela maioria, que o conhecimento científico tem ainda sido pouco usado na formulação de políticas nacionais, e mesmo quando aplicado existe um longo período de tempo entre a produção desse conhecimento e sua aplicação na política.

Melhorar a divulgação de resultados e o envolvimento das partes interessadas nos futuros projetos de pesquisa será fundamental para ampliar a sua aplicabilidade prática, face às necessidades locais. Além disso, as partes interessadas consideram importante facilitar o acesso público e por empresas às bases de dados e publicações científicas através de plataformas online, e melhorar a gestão e identificação de projetos de investigação nacionais. Devem existir indicadores, além de publicações e apresentações públicas, para avaliar os impactos sociais nomeadamente as ligações entre a ciência, a legislação e aplicações, e a sua inclusão em futuros projetos pode assim facilitar o financiamento de abordagens integradas. Não obstante de alguns esquemas de financiamento indicados como oportunidades para futuros projetos, os NKS recomendam parcerias estratégicas entre os institutos/centros de investigação e empresas, assim como uma análise de custo-benefício clara e acessível, para aumentar o valor acrescentado dos recursos financeiros para fazer investigação.

Os desafios sociais que enfrentamos exigem cada vez mais a investigação e a inovação, que integra diferentes abordagens e disciplinas, que geralmente aumentam o impacto e a utilidade da investigação para empresas e outros utilizadores. Após as entrevistas e o workshop, os NKS consolidaram recomendações sobre os projetos futuros, que devem integrar aspetos económicos, sociais e ambientais, melhorando o sucesso da investigação sobre as prioridades mencionadas, assegurando o financiamento, aceitação social e a aplicabilidade.

 

Figura 1. Algumas foto do Workshop na Universidade do Algarve com os NKS (National key stakeholder) de Portugal

Figura 2. Foto da visita de estudo apos o Workshop na baixa de Albufeira que sofreu das recendes inundações como resultado de inadequado planeamento urbano.

 

V. Ferreira, M.D.C. Antunes and T. Panagopoulos

Dernière mise à jour le 22.11.2016